Umbigo-oleos-essenciais-Prosaude

Óleos essenciais no umbigo promovem saúde: Mito ou Verdade?

Óleos essenciais no umbigo: Seria uma solução simples para a promoção da saúde?

De onde vem essa informação?

Investigando…

Antes de tudo vale contar que em 2019, circulou na internet um post que dizia ser muito importante passar óleos essenciais no umbigo para manter a pele os cabelos bem hidratados, bem como aliviar dores articulares. O post também dizia que “nosso umbigo é um presente incrível dado pelo nosso criador” e “depois que uma pessoa falece, o umbigo continua morno por três horas”.

O mais curioso, no entanto, é a afirmação sobre a existência de um ponto atrás do umbigo, chamado de “pechoti”, que é ligado a mais de 72 mil veias.

Será isso verdade ou mito?

A verdade é que, sim, o umbigo é uma parte importantíssima do corpo humano, porém, apenas durante a gestação: Afinal, é no umbigo que começa o cordão umbilical, estrutura que vai até a placenta e liga o feto à mãe.

Na fase adulta, o umbigo não passa de uma cicatriz. Após o corte para a remoção da placenta, a pele cobre o tecido da veia e das artérias do cordão umbilical, que atrofiam e somem completamente, não deixando resquícios do lado de “dentro” do umbigo. É por isso que aquele pedacinho que sobra do lado de fora no bebê, em uma semana resseca e cai.

Quanto à temperatura que o corpo mantém após a morte, é simples explicar: O umbigo fica na região central do corpo. Quando uma pessoa morre, as extremidades tendem a esfriar mais rápido devido a ausência de sangue e de circulação. Porém não há comprovação científica sobre o tempo exato de resfriamento do corpo, já que o ambiente influencia diretamente nisso.

De volta ao post curioso…

Em busca da origem do post publicado em 2019, é possível que o texto seja a tradução de um material de 2016, publicado em um blog indiano de piadas! No Brasil, mais uma “fake news” que circulou como verdadeira!

Sobre o método Pechoti

Para a religião hindu, o umbigo é um dos principais chakras, ou seja, é um dos centros energéticos distribuídos pelo corpo.

A medicina milenar Ayurveda acredita que atrás do umbigo há uma glândula, chamada Pechoti, capaz de absorver e distribuir por todo o corpo os efeitos de remédios, promovendo a cura.  O método Pechoti consiste em uma técnica que aplica óleos essenciais no umbigo, como método curativo.

A questão é que a Medicina contemporânea, baseada no estudo de Anatomia Geral já confirma que a glândula Pechoti não existe. Portanto, não há base científica para afirmar que existam quaisquer benefícios em pingar gotas de óleos essenciais no umbigo.

É certo que o ato de massagear a região abdominal traz conforto, colabora com a circulação sanguínea e com o peristaltismo intestinal (liberando gases e estimulando a defecação). Quanto a esses objetivos a massagem abdominal com ou sem os óleos essenciais serão benéficas.

Verdade pura e simples

Para desfrutar de saúde completa, é preciso manter o equilíbrio por meio de hábitos que envolvem a vida em todos os aspectos:

Alimentação saudável;

Banhos de sol;

Água pura;

Ar puro;

Atividade física;

Sono regular;

Moderação;

Confiança em Deus.

Não é segredo! A natureza está ao seu dispor para que você tenha muita vida de qualidade e saúde plena!

Visite uma Loja ProSaúde perto de você e saiba mais como promover sua saúde de forma natural!

Referências bibliográficas:

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 × 5 =

Categorias

Fique por dentro!

Seja avisado sempre que surgir conteúdo novo!

Últimos posts:

Veja também: